segunda-feira, 14 de setembro de 2009

TURISTAS SÁDICOS



Todo mundo ficou estarrecido com o tornado que varreu a cidade de Guaraciaba, interior de SC. Contabilidade : 116 casas totalmente destruídas, perdas humanas, instalações arrasadas, animais mortos, etc...principalmente na localidade chamada "Linha Guataparema", interior de Guaraciaba.
A polícia rodoviária enfrenta agora um novo tipo de problema : centenas de carros de cidades vizinhas invadem vagarosamente a BR-163 para olhar e tirar fotos da destruição. O Diário Catarinense afirma : "Placas de São Miguel do Oeste, São José do Cedro, Cunha Porã, Descanso, Maravilha e Guarujá do Sul eram as que mais apareciam nos carros. As máquinas fotográficas se multiplicavam."
A polícia teve de pedir auxílio ao Exército diante de tamanha quantidade de visitantes. Com suas máquinas sedentas de sangue. E sua curiosidade mórbida.
Quem melhor resumiu tudo foi a PM Marilu Zanin :
"- É o turismo do terror ! "

3 comentários:

Beth/Lilás disse...

Caro James!
É inacreditável como o povo brasileiro tem esta verve!
Acredite se quiser, nunca nem olho para o lado quando vejo na estrada um desastre com gente estirada morta, tenho o maior respeito e jamais faria um negócio desses.
Mas, pergunto-lhe: Porque as autoridades não bloqueiam o acesso desses tais visitantes? Deveriam deixar passar apenas ajuda humanitária, poder público e as pessoas que lá moravam e perderam tudo.
Que tragédia isso!
E outra coisa que não entendo; porque tanta chuva numa época dessas que geralmente é de seca?!
Será mesmo que a natureza está descontrolada e estamos pagando nossos erros?!
Muito triste tudo isso e estou completamente solidária ao povo catarinense.
abraço carioca

Ana disse...

Oh, céus!
Será que estas pessoas não tem nada melhor para fazer?
Impressionante!

Guina Medici disse...

Olá James, como vais?
Preciso de um favor, que talvez você possa me dar. Eu gostaria de saber se em 1978 o Eduardo Trevisan ainda mantinha contato com Santa Maria, se frequentava a cidade. Meu nome é aguinaldo Severino, sou professor de física na UFSM, mas moro aqui só desde 1994. Estou escrevendo um texto de ficção com uns amigos santamarienses e gostaria de uns detalhes sobre pessoas desta época (1978).
Agradeço antecipadamente a atenção.
Um abraço
Aguinaldo Severino