quarta-feira, 25 de maio de 2016

A VISITA - James Pizarro -jornal A RAZÃO, edição de 25/5/2016

COLUNISTAS

A visita

James Pizarro
por James Pizarro em 25/05/2016
Compartilhar:
Mais opções
O Prado Veppo era médico psiquiatra, poeta, intelectual, vasta cultura geral. Era meu padrinho de casamento e meu grande amigo. Companheiro de papos quase diários durante mais de 40 anos. Continuo a amizade ainda hoje com seu filho, de igual nome, talentoso e respeitado advogado na comarca local.
Eu vivia importunando ele pra conhecer o hospital psiquiátrico por dentro. Um dia, ele me disse : - É hoje a tua visita. Vens comigo. Não pergunta nada, apenas me acompanha e faz tuas observações.
E assim foi que pela primeira vez adentrei ao HP da UFSM. Fiquei sabendo da divisão em duas alas. A ala do Serdequim, onde ficam os dependentes químicos. E a ala Paulo Guedes, onde ficam internados os pacientes que tem transtornos psiquiátricos.
À medida que os guardas iam fechando as portas e a gente avançava nos corredores, confesso que fiquei preocupado e meio arrependido da minha curiosidade. Chegamos numa sala de estar, onde ficava uma espécie de balcão da Ala Paulo Guedes e o Veppo me disse: - Ficas aqui,enquanto eu atendo meus pacientes.
Fiquei olhando, através das janelas com grades, a paisagem do campus que ficava para o lado da Base Aérea. Era uma manhã nublada, cinzenta, melancólica. Estava perdido em minhas elocubrações, quando uma mão me toca o ombro direito e me faz levar um susto. Viro rapidamente e dou de cara com um velho professor meu, abraçado a um grosso livro de capa dura e vermelha, cujo autor li de relance: Eça de Queiroz.
Muito sizudo de olhar fixo,o velho professor me indagou : - O senhor também está internado por aqui?
Sem saber o que dizer e para ser solidário, meio puxando conversa, respondi candidamente : - Ainda não !
James Pizarro

Um comentário:

Afonso Pires Faria disse...

Professor, esta história é de arrepiar.
Afonso Pires Faria