quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

2016: DEU PRÁ TI, BAIXO ASTRAL ! - James Pizarro (jornal A RAZÃO, 28/12/2016)


COLUNISTAS

2016: Deu prá ti, baixo astral!


James Pizarro

por James Pizarro em 28/12/2016
Compartilhar:
Mais opções
Canal A: em SP dois jovens truculentos, munidos de soco inglês, espancaram até à morte um idoso comerciante no metrô paulista à vista de todos, que nada fizeram para defendê-lo. Seu corpo ficou estirado por mais de hora, agonizando publicamente na noite de Natal numa das maiores cidades do mundo. Motivo: o idoso foi defender um travesti que estava sendo atacado pela dupla de jovens assassinos.
Canal B: o noticiário dá conta do cardápio oferecido como ceia de Natal aos condenados pelos processos do rumoroso caso conhecido por Lava Jato e que estão presos em Curitiba. Boa comida, bem preparada, reforçada por pratos e bebidas trazidos pelos familiares. O que me chamou atenção é que os presos diabéticos receberam alimentação especial, balanceada. Enquanto os diabéticos não infratores, cidadãos comuns e pobres, enfrentam dificuldades para encontrar insulina.
Canal C: longas filas de funcionários públicos cariocas buscando cestas básicas doadas por caridade para poder comer na noite de Natal, uma vez que não receberam os salários atrasados e nem o décimo terceiro. Muitos deles, funcionários idosos aposentados que – nos anos anteriores – doavam cestas básicas aos menos favorecidos.
Canal D: funcionários das fundações gaúchas extintas perdem o emprego e ficam na rua da amargura. Funcionalismo gaúcho continua com salários parcelados e sem receber o décimo terceiro. Entrevistas amarguradas e prantos convulsivos no vídeo. Será que o governador Sartori e os secretários estaduais também recebem seus salários parcelados em 5 ou 6 vezes?
Eu pretendia escrever cheio de esperança esta minha derradeira crônica do ano. Pois, afinal nasceu minha sexta neta, familiares estão bem de saúde, estou resistindo aos 75 anos com a vida razoavelmente organizada. Mas sei que casos pessoais não trazem sabor às crônicas. E depois de zapear pelos diferentes canais de televisão e testemunhar a sinopse noticiosa que narrei acima, fiquei triste.
Claro, num rasgo de procura de otimismo, poderemos achar que pela primeira vez no Brasil poderosos, políticos e ricos estão indo para a cadeia. E que isso foi uma coisa boa que o Papai Moro Noel conseguiu.
Mas é muito pouco diante de tanta injustiça. Perda de poder aquisitivo. Inadimplência. Violência. Número de assassinatos que cresce sem parar. Salários aviltados. Aluguéis atrasados. Telefones tocando sem parar cobrando boletos sem quitação na data certa.
Falo com muita gente durante o dia. Falo com meus amigos no calçadão. Na cafeteria. Na lotérica. Na barbearia. Na portaria do condomínio. Na padaria. Na praça. Tenho uma amostragem muito boa do que diz, pensa, sofre e vive a população santa-mariense.
Não escrevo apenas por ouvir dizer. Ou por pesquisa acadêmica de gabinete. Ou de internet.
Uma coisa é certa: nunca a Fé nos foi tão necessária. Estamos nas mãos de Deus. Que Ele tenha piedade de todos nós em 2017. E ilumine a cabeça doentia das autoridades!

Nenhum comentário: