quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Ousadia

James Pizarro
por James Pizarro em 08/10/2015
Compartilhar:
Mais opções
INGENUIDADE? - Ao ler muitas postagens de defensores da Situação a gente percebe que eles se acham da Esquerda, avançados, revolucionários e nem se dão conta em que companhia estão ou em nome de quem falam. Reconheço que muitas dessas postagens são bem intencionadas, fruto de pessoas idealistas, muitos deles bastante jovens. Mas há necessidade de ter um mínimo de conhecimento sobre a vida partidária pregressa de muitos ministros e do conteúdo programático dos partidos que dão sustentação à Situação. A situação política brasileira é tão confusa e a ignorância de muitos é tão caudalosa, que ocorre uma coisa patética: muitos escrevem postagens defendendo atitudes, ideias e pessoas que, na realidade, são exemplos daquilo que combatem. Ingenuidade, ignorância ou apenas são massa de manobra e não se deram conta disto?
BURRICE - No Brasil já ocorreram seis modificações (reformas e acordos) da Língua Portuguesa : 1911, 1931, 1943, 1945, 1971 e 1990. O primeiro grande equívoco foi o de 1911, cuja reforma ortográfica teve por alvo deixar nossa língua mais afastada do latim, de onde se originou o português. Seria fastidioso demais discorrer sobre as barbaridades todas cometidas nestes anos todos contra nossa língua. Recentemente, nossos senadores - todos de “reconhecida cultura” – discutiram nova reforma, como se não tivessem outros assuntos importantes e prioritários para o povo. Entre as medidas que pretendem tomar, querem tornar extinta a letra H. De sorte que passaríamos a escrever, por exemplo, “Oje” e não mais Hoje. Chave passará a ser escrita “XAVE”. Já as palavras “burrice” e “corrupção” permanecerão como estão...
OUSADIA – Agora, contemplando por horas e horas a fio as gaivotas, resolvi reler “Fernão Capelo Gaivota”, a obra-prima de Richard Bach, hoje com mais de 50 milhões de exemplares vendidos em meia centena de países. As pessoas que fazem suas próprias regras quando sabem ter razão; as que sentem um prazer especial em fazer as coisas bem feitas, mesmo que só para elas mesmas; as que sabem que a vida é muito mais do que os olhos podem ver... Todas estarão ao lado de Fernão Capelo Gaivota em sua aventura inesquecível. Uma história emocionante sobre a liberdade e os prazeres de voar que inspirou milhões de pessoas em todo o mundo. Certamente, além de ter inspirado a milhares de adolescentes em todo o mundo, a mensagem deste livro ficou incubada em meu espírito. E foi determinante para que, aos 65 anos, eu tivesse a coragem de cortar todas as amarras com o passado. E me decidisse a vir morar à beira do mar há 8 anos. Apesar do ambiente pacato e conservador onde fui criado, onde vivi a maior parte da minha vida, ainda sobrou uma nesga de coragem. E voei alto. E velozmente. Tomando as rédeas da minha vida. E mudando radicalmente de direção. Estou voando. Rumo ao sol. Ao sabor de todos os ventos. Sem medo algum. Recomendo a ousadia aos idosos. Faz bem à saúde. Aumenta a longevidade. E eleva a imunidade. Tanto contra doenças. Como contra chatos em geral.
James Pizarro

Nenhum comentário: